Economia Circular e Upcycling: reaproveitamento de materiais

A inteligência do planeta é de se admirar: esse grande organismo vivo se gere e autorregula em um processo cíclico. Tudo nasce e depois morre para se transformar em energia para o ambiente novamente. Esse ciclo é harmonioso, porém o ser humano está cada vez mais desequilibrando a balanço, não deixando o ecossistema se recuperar. A solução? Certos estudiosos apontam a economia circular como a luz no fim do túnel.

 

A economia circular se baseia justamente na inteligência da natureza: se vale do processo circular em detrimento do processo produto linear vigente, onde os resíduos são insumos para a produção de novos produtos. O sistema circular agregou diversos conceitos com o tempo: design regenerativo, economia de performance, cradle to cradle – do berço ao berço, ecologia industrial, biomimética, blue economye biologia sintética.

 

Na economia circular, os recursos são utilizados de maneira racional: os materiais permanecem o maior tempo possível na economia. Após um produto chegar ao fim de seu ciclo para o primeiro consumidor, ele pode ser compartilhado e ter sua utilização ampliada. Ao chegar o esgotamento da reutilização do artefato, ele pode ser usado no upcycling: reformado e remanufaturado. Por fim, o material pode ser reciclado.

 

Upcycling na produção em massa e na economia circular

Na  produção em massa há muitas sobras, as quais estão relacionadas a sua maioria  a:

 

– Máxima eficiência no corte de tecidos que são calculados por programas especiais de computador que podem aumentar o uso do tecido em até 85%. Desse ponto em diante, os cortes das bordas e extremidades do rolo do tecido são normalmente desperdiçados;
– Excesso de produção que é necessário para alimentar a necessidade constante de novas coleções de roupas pelas marcas de fast fashion.

 

A solução mais utilizada para lidar com os resíduos são os aterros e incineração, porém essa prática está sendo questionada e entra em cena a economia circular. Como isso ocorre? Normalmente significa usar as sobras de um produto como matéria prima para fabricar outro.

 

O upcycling industrial tornou-se uma alternativa valiosa, visto que transforma os resíduos descartados em outros produtos de melhor qualidade com menos energia, água ou outros recursos no seu reprocessamento, maximizando o ciclo de vida dos materiais. Para a prática, além das sobras de tecidos, também são usado roupas e tecidos descartados por pessoas ou instituições.

 

Confira os vídeos abaixo para entender mais sobre a emergente economia circular:
https://www.youtube.com/watch?v=zCRKvDyyHmI (como funciona a economia circular, vídeo da Ellen MacArthur Foundation)
https://www.youtube.com/watch?v=mXkrj5PO4EE (a nova mentalidade do mundo, principalmente relacionada a economia colaborativa, vídeo da Perestroika)

Post criado 15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo